Pular para o conteúdo

Arquivo de

augusto de campos, não posso voltar atrás

Caminante, son tus huellas
el camino y nada más;
Caminante, no hay camino,
se hace camino al andar.
Al andar se hace el camino,
y al volver la vista atrás
se ve la senda que nunca
se ha de volver a pisar.
Caminante no hay camino
sino estelas en la mar.

Antonio Machado

Anúncios

Quero uma fita amarela

Fita Amarela de Noel Rosa – Videoarte de Leandro Araújo (L_ar) e Romulo Fróes.

Naturalmente

Tita, Nóbrega e Marina Abib em ‘Naturalmente’.

Essa foto do Walter Carvalho é irressistível,  tão boa quanto o espetáculo que vi duas vezes, – não pude deixar que ela passasse. Naturalmente.

300.000 pássaros e um submarino

Hoje fui assistir ao longa ‘Submarino’ de Thomas Vinterberg, dinamarquês. Uma péssima pedida para um domingo. O filme mais triste do ano pra mim. Provavelmente eu gosto desse tipo de cinema, sim, eu gosto. Dinamarqueses, noruegueses, gente do frio, que pega pesado. Procurei o trailler, reduz o filme, busquei entrevistas com o diretor, o filme fica menor ainda. Então não republicarei nada.

Achei  uma canção do longa-metragem num clip modesto, este acima. Um replay de 300.000 pássaros voando na Dinamarca. Gostei do contraponto. Nada é perfeito, as coisas muito tristes podem ser as melhores – ainda que só caibam em certos lugares, cada vez menores ao que parece. Do que eu estou falando? Melhor ver o filme.

Então tá bom?

Tá. O blog continua. Vamos lá.  Pra onde? Hummmmmmmmm.