Pular para o conteúdo

Bourgeois, no ar

Meu trabalho inicial é o medo de cair. Depois se tornou a arte de cair. Como cair sem se machucar. Mais tarde é a arte de se manter no ar.

Louise Bourgeois – 1911-2010

(arched figure, 2004; arched figure, 1999; arch of hysteria, 1993; temper tantrum, 2000)

Anúncios
4 Comentários Comente
  1. Lú, ora ou outra te acompanho aqui, silenciosamente. Sempre me traz uma novidade, uma surpresa. Meu modo de continuar sua aluna rs. E sabe que depois de uma abstinência literária relativamente larga e longa, há alguns dias resolvi me aventurar nesse mundo de experimentação virtual também? Foi o caminho mais acessível para minha vontade de expressão individual porém mais coletiva. Talvez temporário, de qualquer forma estou achando bem interessante voltar a escrever, mesmo que amadoramente.

    Saudades!!!!!!!!
    Um beijo, Dani.

    2 de junho de 2010
  2. Lembrou-me Kundera em A Insustentável Leveza do Ser.

    2 de junho de 2010
  3. confesso que o título me veio a mente. 😉

    2 de junho de 2010
  4. dani, que bom que está escrevendo!!!! saudades também, muitas. vamos marcar aquele café. beijo!

    2 de junho de 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s