Pular para o conteúdo

Dois

Sem aviso, eu voltei lá. Aquela sopa de legumes insossa e quente em pleno verão carioca eu tomei. E a minha voracidade em tomar a sopa eu senti. E a fragilidade deles notei. E a carranca e as rugas de cada um. E os dias contados também. Os ruídos dos goles e das cumbucas eu ouvi. E aquilo que eu não gostava e até me parecia abjeto finalmente eu  gostei. E aqueles dois, que não estão mais, estão lá e aqui.

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s