Pular para o conteúdo

M.

E era tanto. E mais alto e mais acima que isso. E mais longe e mais triste que o outro lado perdido. E era fora de plano como um terreno implodido, sem rastro, sem pista, sem bomba, como um deserto, como o nó mais seco já imaginado ou visto. Não era nem mesmo assim desse jeito que eu sei que você pensa que sabe e eu também. E era mais arrepiado e mais agudo, e ainda mais pra frente daquele que não se toca. E era muito novo também. E era até bonito, mesmo assim, sem cor. Tão vazio como um pedaço, partido. Caído, não era anjo, não era sangue, não era mais, e era filho.

Anúncios
um comentário Comente
  1. dani Samad #

    adoreiiiiiiiiiiiiiii
    ainda mais em espanholllll
    perfeita no filme do Almodóvarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
    beijocas

    SAMAD

    30 de julho de 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s