Pular para o conteúdo

+ Rocha Miranda – fontes

Alcides

foto de ana luiza nobre

Eu continuo com a cabeça no meu avô. Pois é. Pesquisei o que há sobre este homem na rede e o que de melhor encontrei está no site do Itaú Cultural, e me pareceu muito pouco – basta clicar aqui.

Fora da rede, há uma pequena, mas significativa bibliografia publicada:

A NOVA flor de abacate / Os dissidentes: Grupo Guignard – 1943 / 1942. Texto Frederico Morais. Rio de Janeiro: Galeria de Arte Banerj, 1986. [80] p., il. p&b. (Ciclo de exposições sobre arte no Rio de Janeiro).

CAVALCANTI, Carlos; AYALA, Walmir, org. Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Apresentação de Maria Alice Barroso. Brasília: MEC/INL, 1973-1980. (Dicionários especializados, 5).

FROTA, Lélia Coelho. Alcides Rocha Miranda: caminho de um arquiteto. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1993. 232p. il p&b.

LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Edição Raul Mendes Silva; fotografia Leondino A. Kubis, Horst Merkel, Luis Eugênio Teixeira Leite; design da capa Pedro Lessa; direção de produção Maria Ignês André, Gratia Maria Domingues; pesquisa Raul Mendes Silva. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p., il. p&b., color.

MINDLIN, Henrique E. Arquitetura moderna no Brasil. Apresentação José Mindlin; Lauro Cavalcanti; prefácio S. Giedion. Rio de Janeiro: Aeroplano, 1999. 286p., il. p&p, color.

NOBRE, Ana Luisa. Alcides Rocha Miranda, educador. Caramelo. São Paulo, n.10, p.128-137, 1998.

_______. Alcides Rocha Miranda. Documento. Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, n.71, pp.69-76, abr./maio, 1997.

_______. O passado pela frente:  a modernidade em Alcides Rocha Miranda. Dissertação – PUC-RJ, 1997.

PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Apresentação Antonio Houaiss; fotografia Antônio Luís Nicolay, Otávio Gomes Soares; texto Mário Barata, Lourival Gomes Machado, Roberto Pontual, Carlos Cavalcanti, Flávio Mota, Aracy Amaral, Walter Zanini, Ferreira Gullar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p., il. p&b., color.

Acrescento também o livro de Salmeron, pois se não trata diretamente do meu avô, o tem como figura chave na construção (e defesa) da protagonista, a Universidade de Brasília,  e seu ICA, Instituto Central de Arte. Modelar ainda hoje.

SALMERON, Roberto A. A universidade interrompida: Brasília 1964-1965. Brasília: Editora UNB, 1999. 476p.

Anúncios
um comentário Comente
  1. Luiza Duarte #

    Olá Luciana,
    Meu nome é Luiza e trabalho no Inventário do Patrimônio Cultural da Arquidiocese de Belo Horizonte, onde inventariamos os patrimônios mineiros. Paralelamente a outros trabalhos, estamos pesquisando sobre a Igreja da Serra da Piedade, e consequentemente, sobre seu avô.
    Precisamos de fotos dele, principalmente na Serra. Mas não encontro na web.
    Se você tiver, e puder nos disponibilizar, agradeceriamos muito.
    Obrigada,
    Luiza Duarte (luizaduf@gmail.com)
    Inventário do Patrimônio Cultural da Arquidiocese de Belo Horizonte
    Praça Duque de Caxias, 200 – Santa Tereza, Belo Horizonte-MG
    (31)3484 9257

    13 de julho de 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s