Pular para o conteúdo

Marina Abramovic

Fui à exposição de Marina Abramovic este ano aqui em São Paulo, não me lembro a galeria. Havia muito o que interagir e muito a se retrair, evidentemente. Algumas das propostas da moça eram do tipo: “deite -se nu e sinta ou cheire ou”.  Sempre lançando uma onda ao vistante de desejo de fazer aquilo, e de reiterado pudor. De vontade de e impotência, no meu caso. Experimentei a maioria das propostas vestida, algo canhestro. Recolhi algumas imagens em pequenos vídeos, que mostrarm-se horrorosos. Foi o que consegui.

Interessei-me, atrai-me, sobremaneira, por umas tumbas cheias de camomila dentro, lindas. Mórbidas, mas muito convidativas em seu aparente confoto. Nada confortáveis de fato, mas não era esta a idéia. Óbvio.

Por que Marina Abramovic agora depois de passada a exposição? Porque  ela e seu trabalho só me vieram à veneta agora e eu não tenho nenhum compromisso aqui em estar atualizada com nada. Absolutamente nada. Uma exposição é como um livro, que pode só fazer sentido muito tempo depois. Não há regra. E sobretudo não há regra neste blog. Álias, acompanhando minhas preferências estéticas e obssessões temáticas dá para entender o porquê de Marina, de alguma forma creio que sim.

Há uma tensão,  um estar no limite, um por um triz que me interessa muito no trabalho dela. Vendo algumas coisas com mais rigor nos últimos tempos, percebi que gosto mais das performances e vídeos dela do que das suas instalações.

Amo este aqui, uma narrativa “familiar”, das que me calam fundo.

Rhythm 10 (“The Star”, 1999)

E estes outros evidentemente mórbidos. Eros e tanathos, uma necrofilia básica, que a arte sublima.

Bienal de Praga

Vídeo de uma obra dela em algum lugar

Anúncios
um comentário Comente
  1. Lu, eu também fui nesta exposição, trata-se da Galeria brito Cimino; À época também escrevi algo em meu BLOG, de uma lida. O Trabalho de Marina é fantasticamente ambiguo mesmo e por tanto, sedutor, lidando entre as duas esferas principais, a Vida e a Morte, Eros e Tanatos dialogando conosco. beijocas
    Samad

    31 de outubro de 2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s