Pular para o conteúdo

A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água

small
Capa da trilha musical da peça encenada em 1972, no Teatro Vila Velha – Salvador.


O Gato sabe que andam comemorando a reedição das obras completas de Jorge Amado, mas sabe também que o preconceito com este escritor não é pequeno, por isso, o Gato se atreve a dar uma dica de um livro que acabou de ler: A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água.

Este um dos melhore livros que li nos últimos tempos, é imperdível leitor. Qualquer preconceito é demolido na leitura dessa novela. Não à toa, quando saiu em 1959, Vinícius de Moraes considerou-a a melhor novela da literatura brasileira. 

Cá está o Gato. Reli a obra, porque acabei de realizar um trabalho para editora Livro Falante, que tem o clássico, sim é um clássico, em áudio-book na voz da atriz baiana Nevolanda Pinheiro, que faz uma leitura preciosa de Quincas, cheia de sarcasmo e lirismo, com a propriedade de quem conhece bem as palavras que diz. Não poderia deixar de citar esta versão em áudio-livro de Jorge, porque é um grande trabalho em cima do mestre. E foi um prazer a mais conhecer a voz e a interpretação desta mulher.

Digo e redigo é um mega livro. Não percam, se começarem Jorge Amado por aí  não reproduzirão rame-rames de Folha de São Paulo . Mas eu sei que não corremos este risco, porque os leitores do Gato são muito mais do que reprodutores, um olho na tijela, outro no peixe. Fiquemos ligados.

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s