Pular para o conteúdo

Limite e Beckett

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Imagem do filme Limite, de Mário Peixoto.

Sábado fui numa peça muito ruim, urdida com uma seleção de textos de Beckett. Creio que não vale a pena escrever sobre o que é obviamente mau. Honestamente pensei em não ir, não porque desconfiasse que seria uma peça mal montada, mas ao contrário, temi o quanto o universo desse autor poderia me tocar e supus que talvez eu devesse ficar na minha, com meus botões que andam um tanto doloridos. Fui. Saí incólume, pela primeira vez algo muito ruim me fez bem, pois a peça não entrou, nem os atores, nem as falas, tudo estava fora de sintonia, risível, como uma fera de plástico. Acho que Beckett em alta voltagem poderia apertar demais, foi melhor assim.

Pensei no que postar quando não se quer ou não se pode postar, quando a maré não está pra peixe, nem pra gato. Quando se viu algo que não vale contar. O fato é que Beckett lembrou-me de um filme que gosto muito, mudo, brasileiro, de 1931, chamado Limite, de Mário Peixoto. Não à toa Beckett e Mário são contemporâneos, porque fazem falar muitas coisas em comum, como o silêncio. E, se me permitem, acho que este trechinho de Beckett vale para as realizações de ambos ( é o que vejo hoje).

“(…) Eu trabalho com impotência e ignorância. Não acho que a impotência tenha sido explorada no passado. Minha pequena exploração é sobre essa zona que sempre foi deixada de lado pelos artistas como algo imprestável – como algo, por definição, incompatível com a arte. Acredito que, hoje em dia, qualquer um que preste atenção à sua própria experiência se dá conta de que é a de alguém que não sabe, que não pode.”

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s