Pular para o conteúdo

Blue Moon

CURRENT MOON

Desengavetar como a lua, girar sobre o próprio rabo como ela, sem inventar a roda, sendo a própria sem culpas. Um círculo vicioso cheio de si, sem medo de se consagrar ao óbvio,de ser o óbvio, de ser satélite, de ser. Ulular-se toda cheia de si. Escancarar a fresta rósea e as outras. O zero e o zênite. Ôca, mas linda, linda, linda, mesmo que pisada por homens de capacetes ridículos. Sorrir no alto do céu mesmo que decrescente. Aprender com a lua a quase sumir sem medo de cair.

Anúncios
2 Comentários Comente
  1. geigerluana@yahoo.com #

    E ai gata, já te adicionei.
    beijos,
    Lua

    5 de junho de 2007
  2. Gato #

    Menina, gracias, gracias.
    Bjks, Lu

    8 de junho de 2007

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s